Fechamento Maio/2017 (R$ 36.081,26 ou + 4,12%)

Fala galera!

Hoje, mais um fechamento expresso…

Tenho andado bem distante do blog e da Finanesfera em geral, mas procuro, na medida do possível, sempre estar atualizado sobre o cenário político/econômico do país e dos meus queridos Fiis.

Esse mês a bolsa foi abaixo, e meu tesouro direto segue em queda devido à queda no índice do IPCA, isso derrubou meu índice, mas sem crise…

keep calmKEEP CALM – O IMPORTANTE SÃO OS DIVIDENDOS!

O importante é que meus rendimentos continuam aumentando cada dia mais, e esse mês conseguirei passar a barreira dos R$100 recebidos em dividendos (quando possuir os números concretos, irei fazer um post a respeito)

Vamos aos números:

fiis_maio

Total Renda Variável (Fiis)variavel_maio

Total Renda Fixa (Tesouro Direto)tesouro_maio

Total Geraltotal_maioprevisto_realizado_maio

 

É isso pessoal, sempre ganhando dividendos!

Um abraço a todos

Fechamento Fevereiro/2017 (R$ 29.605,84 ou + 2,91%)

Olá pessoal,

postagem rápida apenas para atualizar as informações.

Estou liderando um projeto que subirá este mês em produção e em paralelo tirei uma das certificações que eram minhas metas para o ano.
Juntando isso ao curto mês de fevereiro fiquei totalmente sem tempo até para aportar! Enviei a grana para a corretora, mas quando fui comprar o FII HGCR11 ele disparou o preço e não tinha dinheiro suficiente para comprá-lo. Conclusão, fiquei sem aportar este mês.

Mas vamos aos números, agora com informações mais objetivas para ganhar mais visibilidade em meus relatórios.

Ações

acoes

Fiisfiis

Gráfico de diversificação dos Fiisdiversificacao_fii

TOTAL RENDA VARIÁVELtotal_variavel

Tesouro Diretotesouro

TOTAL FINALtotal_final

Meta Mês: R$30.601,41
Realizado:R$ 29.605,84

Fiquei um pouco abaixo do previsto devido ao fato de não ter aportado este mês, mas foi legal ver meu patrimônio aumento mais de R$800 sem eu colocar a mão! Mês  que vem pretendo reverter esse cenário.

Gráfico Estimado x Realizado por mês

aposentadoria

Por hoje é isso, abraços e sucesso! 🙂

Dividendos Recebidos e Atualização de Carteira – Janeiro 2016

Este mês iniciei a mudança de foco da minha carteira, o objetivo é mudar as ações para fundo imobiliário a fim de aumentar os recebimentos mensais, ou seja, conseguir maior payback com o mesmo valor investido.

Ação é legal, tem uma volatilidade alta, pode-se conseguir muito lucro com as baixas e altas, mas como meu objetivo é comprar um papel que me dê rendimento, ficar ele e formar uma carteira de aposentadoria não vejo muita vantagem em permanecer em ações, uma vez que os dividendos recebidos pelas empresas brasileiras ficam muito aquém do que o esperado.

Este mês, aproveitei a alta das ações para me desfazer de BBDC3, vendi minhas 69 ações a um preço de R$29,25, obtendo um R$5,95 de lucro frente à compra. Com o dinheiro, comprei 16 cotas de BBPO11. A ideia aqui é mudar os R$1,02 de rendimento do BBDC3 este mês para algo em torno de R$ 16,00 de aluguel do BBPO11 previsto para mês que vem. Só com essa operação, terei um aumento de mais de 1.000% (isso mesmo, mais de mil por cento!) nos dividendos do mês que vem.

Fora isso, aportei R$ 1.300 (200 reais a menos que minha meta mensal, mas devido as Às graves ocorrência deste fim/inicio de ano, foi o que deu pra aportar) na compra de 24 cotas do EDGA11.

Mas, vamos aos dividendos recebidos este mês, com a grana recebido já estou conseguindo me pagar um PF no barzinho da esquina todo mês hehehe.

Data Ação Tipo Dividendos (R$) Total Mês
02/01/2017 ITUB3 Ação R$ 0,60
R$ 16,73
02/01/2017 BBDC3 Ação R$ 1,02
06/01/2017 HTMX11B Fii R$ 2,42
13/01/2017 FIIP11B Fii R$ 12,69

A meta para o próximo mês é dobrar esse valor!

Um abraço e sucesso a todos 😉

Dividendos Recebidos e Compras – Dezembro 2016

Este mês recebi mais dividendos do que tinha previsto! rsrs

Apesar de que ainda estou abaixo do desejado para a quantidade de dinheiro investido.

Segue abaixo os valores recebidos do mês.

Data Ação Tipo Dividendos (R$)
01/12 ITUB3 Ação R$ 0,09
07/12 HTMX11B Fii R$ 1,94
09/12 ITUB3 Ação R$ 17,69
Total Recebido
R$ 19,72

 

Compra do mês

Esse mês, quero aumentar consideravelmente meus dividendos recebidos e por isso aportei toda a grana no Fii FIIP11B. Comprei 10 ações, num valor total de R$ 1.601,02

O Fii em questão tem algumas vantagens que considerei na hora de compra-lo:

  1. Diversificado
    Possuí imóveis localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná Minas Gerais e Bahia
  2. Bom pagador de aluguéis
    Comparando o valor investido com o aluguel distribuído,  é pago 0,8% ao mês, o que considero um valor razoável de retorno.
  3. Contrato diferencial
    O Fii possuí um contrato anual com a AMBEV que paga uma boa grana em Janeiro. Este valor é repassado aos cotista em Fevereiro, dobrando o valor do aluguel recebido 🙂
  4. Ação abaixo do VPA
    Apesar de todos esses benefícios, a ação está 6% abaixo de seu valor patrimonial por ação. Ou seja, com grandes possibilidades de valorização.

 

É isso pessoal, um abraço e sucesso a todos 😉

O caso ENRON e suas táticas geniais

Ao se estudar a governança corporativa nas empresas, é imprescindível não falarmos do escândalo da ENRON, isso por que a ENRON foi o estopim para uma série de leis e medidas corporativas para a entrada de uma empresa em qualquer uma das bolsas americanas.  Essas leis e medidas começaram por iniciativa popular após a falência da empresa e ficaram conhecidas como Lei Sabanes-Oxley, também conhecida como SOX.

O que aconteceu de tão grave que foram necessárias tais medidas?

A Enron Corporation foi uma companhia de energia americana, localizada em Houston, Texas. Empregava cerca de 21 000 pessoas, tendo sido uma das empresas líderes no mundo em distribuição de energia (eletricidade, gás natural) e comunicações (Wikipédia); A ENRON chegou a valer 70bi de dólares em seu ápice e 100 bi alguns dias antes de sua decadência.

Sua falência afetou a vida de milhões e milhões de pessoas que possuíam ações, fundos de aposentadoria, etc. Até quem não investia na ENRON diretamente foi afetado, pois se a pessoa tinha algum tipo de investimento, provavelmente estavam relacionados à ENRON. E não é por menos, a empresa subia 90% num ano, 50% no outro, 100% no seguinte. A empresa era uma “máquina de fazer dinheiro”, ao menos parecia ser, e as ações sempre fechavam acima do índice S&P ou das bolsas americanas. Trabalhadores investiam tudo que ganhavam, toda a sua poupança em fundos de aposentadoria exclusivos da ENRON, a fim de multiplicar seu dinheiro e ter uma aposentadoria tranquila.

Mas por que a ENRON era tão poderosa?            

A ENRON utilizou as mais perversas táticas do capitalismo para alcançar a hegemonia e ser a empresa queridinha de WallStreet. Ninguém desconfiou de suas táticas e nem questionaram seus números até a sua implosão.

enron_kenA imagem é uma alusão ao Titanic que também afundou, assim como a ENRON. Porém, no caso do Titanic o capitão afundou junto com a embarcação, já no caso na ENRON o capitão Ken Lay pegou seus milhões de dólares e fugiu, deixando todos afundarem com a empresa

 

Os truques geniais da ENRON

Elenco abaixo algumas das táticas utilizadas pela ENRON.

  1. Compra de leis e medidas
    A compra de medidas provisórias não é privilégio das terras TUPINIKINS, a ENRON patrocinou diversos deputados para que o setor de energia e gás fosse “desregulamentado” ao longo dos anos. A energia e gás passaram a ser tratados como comodities, e precificado de acordo com a oferta x demanda, semelhante ao que estamos vendo ultimamente no brasil. Além disso, os executivos da empresa mantinham relações estreitas com a família BUSH que estavam no poder dos EUA naquela época.
  1. Compra e fusão de empresas menores
    A ENRON comprou e/ou englobou diversas empresas menores a fim dominar mercados locais, chegando a possuir o suprimento de energia de estados inteiros.
  1. Inclusão de valores de venda de energia futura no balanço
    Talvez essa seja uma das ideias mais brilhantes da ENRON, a capacidade de geração de energia era contabiliza quase como um “estoque”, e a ERON os contabilizava pelo preço que achava que valiam, sem saber se iriam no futuro conseguir vender essa energia ao preço estimado. Isso culminava sempre com saldo positivo no balanço contábil
  1. Traders in home
    A empresa possuía uma divisão só de traders que eram pagos para “apostar” a favor da empresa, negociando contratos futuros de energia milionários. Além de especular o mercado de ações fazendo as mesmas subirem.
  1. Controle da demanda
    Com o controle das empresas de energia locais, a ENRON fechava as usinas e centros de distribuição a fim de diminuir a oferta de energia. Com isso o preço subia! Os traders que “apostavam” que a energia iria subir (os traders da ENRON), levavam toda a grana para a empresa. O que gerava lucro e fazia as ações também subirem.
  1. Pagamentos milionários aos sócios controladores
    Os sócios controladores recebiam de bônus valores astronômicos, coisa na casa dos 300 milhões de dólares.
  1. Empresas fantasma para esconder o prejuízo.
    É claro que essa festa toda não durou muito tempo, pois a ENRON não tinha compromisso com a austeridade financeira. Gastavam tudo o que tinham e não tinham pois o dinheiro sempre vinham. Mas com o tempo a empresa passou a contabilizar prejuízo e por este motivo foram criadas diversas empresas fantasmas para “esconder” esses prejuízos de forma que os mesmos não fossem apresentados nos balanços da ENRON. O que deixava o balanço da ENRON sempre positivo impossibilitando a visualização de problemas na empresa. Fazendo a ENRON vender mais e mais ações, apesar do prejuízo interno

 

Este foi sem dúvida o caso mais perverso de manipulação de todo o sistema capitalista. Com ideias inovadoras e geniais, apesar de perversas, a Empresa reinou por anos até seu apogeu em 2001.

Para quem quiser se aprofundar no assunto, recomendo o documentário abaixo:

Documentário: ENRON, Os mais espertos da sala

 

É isso galera, não tentem fazer isso em casa pois dá cadeia, mas fiquem espertos com as empresas que crescem muito sem parar e sem justificativa, alguma coisa de errado tem!

Um abraço e sucesso a todos!

Enquanto o mercado chora a vitória de Trump, vamos às compras!

Olá pessoal da finansfera,

Este é o primeiro post a respeito de compras de novos investimentos. Minha ideia é dividir este tópico e o fechamento do mês para que possa discutir um pouco mais sobre cada assunto.

Quero abordar neste tópicos pontos fundamentalistas que justifiquem a minha escolha por determinada ação que optei por comprar no mês, e é claro, debater com vocês os pontos a fim de aprendermos juntos cada dia mais.

A ideia este mês era comprar 50% de ação e 50% de FII, mas com a vitória do nosso “amigo”  Trump e a loucura sem fundamento do mercado, pelo menos num primeiro momento,  resolvi aproveitar o derretimento das ações e aportei todo meu dinheiro nelas. Afinal, investimentos também são oportunidades.

As ações adquiridas foram:

AÇÃO QTD VALOR
FIBR3 24 R$ 25,00
ITUB3 34 R$ 31,60
BBDC3 69 R$ 29,10

FIBR3
Já estava namorando a Fibria a algum tempo, é uma empresa de celulose e paga altos dividendos sobre os lucros. Suas ações deram uma derretida devido a crise brasileira e a empresa precisou se desfazer de alguns ativos e fechar algumas fábricas, mas me parece ser uma ótima empresa, de alto capital e com bons dividendos à pagar. Quanto à crise, acho que o pior já passou, visto que a ação subiu 11% hoje, enquanto a IBOV caía.

ITUB3
Já fazia parte da minha carteira, mas resolvi comprar mais algumas ações devido ao baixo preço (se eu tivesse esperado até o final do dia, teria pagado mais barato…. mas…. nem sempre a gente acerta a oportunidade). Também, foi anunciada troca do presidente no dia 8. Após 23 à frente do Banco Itaú, Setubal sai e irá fazer parte do Conselho Administrativo, e entra Candido Bracher, o atual presidente do Itaú BBA. Na minha modesta opinião, não muda muita coisa.

BBDC3
Comprei o Bradesco apenas para aproveitar os 7% de desconto em que a ação se encontrava. Porém o banco parece derreter em momentos de turbulência, é sempre o que mais oscila quando o mercado vai para baixo. Comprei com 7% de desconto, o que já achava um bom preço, e mesmo assim a ação caiu ainda mais antes do fechamento do Mercado.
A principio não pretendo ficar com a ação visto que já tenho uma no ramo financeiro, mas vou segurá-la por um tempo e analisar melhor, pode ser que acabe ficando com ela e venda o Itaú.

Caso tenham reparado, sempre compro ações ordinárias (ON), não vejo muita vantagem em comprar PN para quem investe a longo prazo como eu. Mas isso é assunto para um outro post.

E ai, o que acharam?

Abraços e sucesso à todos!